Mensagem da Presidente

Fátima Ramalho

Solidariedade é a palavra que hoje adquire maior relevância e significado na sociedade, uma vez que a atual conjuntura socioeconómica potencia o agravamento dos problemas sociais, à escala local e global. As desigualdades acentuam-se e as necessidades básicas e primárias atingem níveis preocupantes. Diariamente somos confrontados com situações de extrema fragilidade social, para as quais temos de encontrar a melhor resposta apesar dos escassos recursos financeiros, o que nos obriga a assumir uma postura de vigilância atenta e consequente ação imediata e objetiva. Paralelamente, a sustentabilidade da Instituição é também uma preocupação constante, a qual requer uma gestão muito rigorosa, o estabelecimento de parcerias públicas e privadas, a criação de metodologias e estratégias mais adequadas às necessidades e a rentabilização dos recursos existentes na Instituição e na comunidade.

O Plano de Emergência Social (PES) programa recentemente implementado pelo Governo, é certamente um instrumento de relevada importância para ajudar a enfrentar os atuais desafios, caso seja aplicado com rigor e equidade.

Imbuídos de um espírito de total entrega e determinação continuamos a exercer a nossa ação de forma humanizante, esperando que a mesma não seja prejudicada por fatores de ordem burocrática e/ou financeira.

Acreditamos que é possível enfrentar o presente e o futuro com esperança e otimismo, mas para isso é necessário que não nos fechem os caminhos a percorrer.

Contamos com a ajuda e mobilização de todos os que comungam dos nossos ideais, em prol de uma sociedade mais justa, integrante e solidária.

A Presidente da Direção

Mª de Fátima Ramalho