Breve historial

Santa Padroeira

Nos finais dos anos 50 foi criado em Esmoriz o Centro de Assistência Social por iniciativa de uma comissão organizadora, tendo sido aprovados os seus Estatutos por despacho de Sua Excelência o Subsecretário de Estado da Segurança Social, a 9 de Julho de 1958, publicado no Diário do Governo Nº47, 3ªSérie, de 24 de Julho de 1958.

Nessa altura, as atribuições estatutárias do Centro de Assistência destinavam-se a proteger a população necessitada de Esmoriz, designadamente o fornecimento de refeições, leite e agasalho a crianças, velhos e indigentes, habitação ou asilo e assistência médica.

Ao longo do tempo, foi dado cumprimento à sua finalidade, através da prestação de auxílios em espécie aos mais necessitados, apesar do escasso orçamento existente, obtido pelo pagamento das quotas dos sócios.

A década de 80, foi marcada pelas obras realizadas e pela reformulação dos Estatutos, vindo o Centro a obter a qualidade de Instituição de Utilidade Pública com o Registo no Livro das Instituições Particulares de Solidariedade Social, sob o nº 25/83. Foi igualmente nesta década que o Centro recebeu a doação de uma casa de família “Casa dos Barrosas” e 2000 m2 de terreno, aos quais se juntaram 3500 m2 adquiridos mais tarde pelo Centro. Foi nesta casa que, em 1985 se iniciou o apoio à infância, com a celebração de acordos de colaboração com a Segurança Social, os quais garantiam os meios financeiros subjacentes.

Em 1984 iniciaram-se as obras do Centro Infantil da Seara, em terreno que foi objecto de permuta entre a Junta de Freguesia de Esmoriz e a Fabrica da Igreja da Paróquia tendo aquela doado o mesmo, ao Centro de Assistência Social.

A construção do edifício foi subsidiada inicialmente por verba oriunda do Fundo de Socorro Social, tendo constado no ano seguinte, no Plano de Investimentos e Despesas da Administração Central, ficando assim garantida a participação do Estado. Toda a década de 80 foi dominada pelas obras do novo Centro da Seara, procedendo-se a constantes renovações de acordos de colaboração e ampliações da casa doada, nela vindo a ser apoiadas 105 crianças. Entretanto, elaborou-se o projecto para um Centro de Dia, o qual foi aprovado pela Segurança Social.

A conclusão das obras só ocorreu em 1992, ano em que o Centro Infantil da Seara foi inaugurado. Em Setembro do mesmo ano é iniciado o apoio à 3ª Idade, funcionando na casa doada pela família “Barrosas” com a garantia do apoio do Estado, através da assinatura de um acordo de colaboração para 25 utentes, nas modalidades de Centro de Dia e Apoio Domiciliário, o qual se mantem até ao presente momento.